29 de set de 2012

Perdoar-se

A vida vai nos ensinando de maneira prática o que se aprende em teoria nos livros. Sempre lemos sobre como lidar com as pessoas, se relacionar, e procuramos sempre agir da melhor maneira. Mas, nem sempre conseguimos. Às vezes ocorre alguma atitude equivocada, movida por sentimentos ruins que causam tal reação. É claro que não há desculpa para você magoar alguém, difamar, etc. Difícil é ter discernimento nas circunstâncias e se manter elevada (o).  As emoções nos deixam cegos! Às vezes falamos coisas desagradáveis e nos deixamos levar por opiniões de outras pessoas piorando a situação. A fofoca é uma força altamente destrutiva.
Quando falamos e agimos sem pensar nas consequências, machucamos amigos, família, colegas, pretendentes e conhecidos, deixando uma “mancha” no relacionamento. E por mais que você queira consertar o ocorrido, nem sempre a pessoa dará chance para isso. Pode até perdoar, mas jamais esquecerá o que você fez ocorrendo momentos de “lavar roupa suja” pois, para essa pessoa nada importa se você ignorava como agir no momento, o que importa é como ela se sentiu, o que outras pessoas pensaram.
As pessoas são como cristais, se um cristal se quebra, fica impossível remendar os cacos sem ficarem as marcas.

O importante é aprender a SE perdoar, o autoperdão deve ser exercitado como uma maneira de vivermos em paz, senão você só vai se machucar ainda mais. O passado deve ficar no passado. Por isso é tão importante concentrar-se no presente. Não há como voltar no tempo. "Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida." Provérbio chinês

Se você perdeu um relacionamento por uma atitude grosseira ou inconsequente e já tentou conversar e não pôde ser perdoado(a) ou desculpado(a). Perdoe-se, perdoar a si mesmo é o mais importante. A culpa pode ser purificadora fazendo com que reconheçamos nossos erros, traz conhecimento de maneira que possamos evitar que se repita o mesmo erro com outro alguém futuramente. O passado deve ficar pra trás. Não insista, não implore. Valorize-se! Foque no presente, porque ninguém pode voltar no tempo e mudar o passado, mas você pode mudar o presente e assim fazer um novo futuro.

Se errar é humano, então se perdoe!  Você vai errar mais vezes e sofrer as consequências até aprender a acertar!